Quase desisti da minha faculdade

postado por Midiã Cardoso


É isso mesmo, você não leu o título errado... Realmente quase desisti da minha faculdade e estou aqui para explicar - ou tentar. Vocês sabem que amo Letras, e já fiz alguns posts falando um pouco sobre minha faculdade e minhas experiências, e acho que nunca falei em abandonar o meu curso. Mas muitas coisas mudaram, minha vida tomou rumos diferentes e parece que isso influenciou bastante no meu modo de pensar. Como vocês sabem, Letras é um curso especialmente para quem quer ser professor de português, literatura ou de um idioma diferente (inglês, espanhol, francês..), porém não tem só esse caminho, pois esse curso também proporciona a oportunidade de trabalhar em editoras, livrarias, enfim. Eu trabalho como educadora desde 2009, e sempre fui apaixonada por essa área, lembro que eu adorava ir ao trabalho da minha mãe quando eu era criança (minha mãe também é professora), mas nunca planejei seguir essa carreira. Meu sonho era fazer curso de gastronomia ou nutrição, mas fiquei desanimada por causa dos valores dessas faculdade e por isso desisti deles. Então fui para o plano B! Ganhei uma bolsa de estudos e optei por fazer um curso mais barato e que eu me identificasse, como eu sempre gostei de ler e escrever eu escolhi o curso de Letras. Os anos foram passando e eu fui amando o curso, mas eis que surgiram os primeiros problemas: EU ODEIO FALAR EM PÚBLICO e NÃO QUERO SER PROFESSORA DE ADOLESCENTE! Parece bobeira, mas esses dois problemas mexeram muito comigo, eu não só "odeio falar em público", como também tenho trauma de falar em público. Sério gente, eu morro de vergonha de falar na frente das pessoas, e já fiquei reprovada em algumas disciplinas por causa disso, como eu tenho esse "trauma" eu deixei de apresentar trabalhos na faculdade e isso já me prejudicou bastante, pois geralmente quando tem uma apresentação a maior nota vem daí, sem contar que já chorei e passei mau antes das apresentações e meus colegas de grupos sempre tinham que me acalmar (isso foi humilhante para mim). E o outro problema é que eu gosto de dar aula para crianças e não para adolescentes, quero deixar claro que não tenho nada contra a adolescentes, eu só tenho um pouco de receio, pois sei que essa faixa etária é mais "exigente". Mas confesso que as vezes penso que trabalhar com adolescentes não seja tão "ruim" quanto parece, quem sabe eu me surpreenda, eu só preciso tentar, né? Afinal, como podemos afirmar que alguma coisa é ruim se nunca experimentamos, certo? Bom, voltando ao assunto... Vocês sabem que esse ano foi bem corrido, juntou o casamento, cursos, projetos, estágios, preocupações, ansiedades, enfim, tudo isso fez com que a faculdade perdesse totalmente o foco, e cheguei a pensar em trancar o curso e só voltar no ano que vem. Este semestre foi péssimo, recebi uma notícia que estou devendo muitas horas e só devo terminar no final do ano que vem, ou seja, depois do meu casamento! Eu não queria isso, eu estava planejando terminar a minha faculdade e depois casar, mas por conta dessa surpresa inesperada eu me desanimei profundamente. Fiquei quase 2 meses sem ir a faculdade, perdi provas importantes, perdi a oportunidade de fazer o estágio e não consegui entregar o meu TCC, e estava cada vez mais desanimada. Conversei com meus pais e com meu noivo e ninguém me incentivou a parar, eu sei que eles estão certos, mas por incrível que pareça eu queria que as pessoas me apoiassem e falassem: "É isso mesmo Midiã, tranca sua faculdade e só volte ano que vem". Mas não foi isso que ouvi, e agradeço por isso. Não está sendo fácil para mim, eu achava que o início seria difícil, mas para mim o final está sendo muito ruim, parece que nunca vou terminar minha faculdade e isso me deixa muito triste. Mas quem foi que disse que seria fácil, né? Ninguém! Na verdade, tudo aquilo que surge no seu caminho para mudar a sua vida não será fácil de conquistar, e desistir não vai ajudar em nada. Estou perto de terminar a faculdade, e tenho certeza que vou me arrepender se desistir, mesmo que demore mais 3 anos para acabar, eu vou fazer o possível para conseguir.

Eu sei que esse texto ficou enorme, e muitas pessoas não vão ler, mas quero deixar registrado que não posso e não devo desistir, afinal, dificuldades todos passam e só os vencedores que persistem até o fim. E quero incentivar as pessoas que estão pensando em desistir de algo, não faça isso, tente, lute, persevere e vai até o fim!


 Me desejem sorte e espero conseguir terminar logo.
Quero agradecer pelo carinho, sempre recebo email de elogios. Obrigada amores!
Beijinhos ^^




3 comentários:

Júlia Oliveira disse...

Midiã, eu sou sua fã... de verdade. Eu sei que o caminho é difícil, mas obstáculos existem e nós precisamos saber como enfrentá-los. Eu fico muito feliz que você não tenha desistido da sua faculdade, não desista, você consegue chegar lá! E pode ter certeza que eu estou torcendo por você. Um beijo!

www.livro-apaixonado.blogspot.com/

Ellen Roberta disse...

Oi, também já pensei muito em desistir , e olha que ainda tô na 1° fase, faço pedagogia e me identifiquei muito com vocês rsrs ' :* tbm tenho vergonha em falar em público por isso tô fazendo para séries inicais porque eu amo crianças :D
Enfim adorei o seu blog , muito lindo <3
Parabéns :) / Beijinhos :3
http://heey-ellen.blogspot.com.br/

Marina disse...

Ei menina, desiste não! Sei que é chato essas pessoas que vem falar de si mesma quando você está com um problema, mas eu vou ser chata dessa vez. Também comecei a fazer faculdade esse ano, e quase desisti antes mesmo de entrar. Motivo? Timidez, vergonha, insegurança. Assim como você tem esse trauma de falar em público, eu tenho um certo "trauma" (na verdade um medo totalmente irracional) de sair de casa sozinha. É uma coisa louca, nem vou entrar muito no assunto. Eu quase desisti de fazer faculdade por causa desse medo de sair de casa, na verdade fiquei com medo de ficar com medo e não conseguir (deu pra entender??). Bom, se falar em público está te atrapalhando, você poderia procurar um psicologo e fazer uma terapia (não você não vai tomar remédios!). Psicologia é minha área, e depois de estudar um ano sobre isso, percebi que minha vida teria sido 100% mais fácil e livre de problemas se eu tivesse procurado um psicologo desde o começo pra superar meus medos. Agora sim eu estou procurando ajuda..

Postar um comentário

Obrigada pela visita.
Assim quando eu puder eu vou responder e retribuir o seu comentário, por isso eu te peço que não esqueça de colocar o link do seu blog aqui.
Volte sempre!
Beijinhos.