Minha experiência com o FIES

postado por Midiã Cardoso


Como vocês sabem, eu faço faculdade de Letras (Já estão cansados de saber disso, né? haha) e até o quarto semestre eu paguei todas as mensalidades sozinha. Antes de começar o curso eu ganhei uma bolsa de 70%, e por isso não pagava tão caro assim (até hoje o preço é acessível). Meu pai sempre dizia para eu me inscrever no Fies, para quem não sabe, "Fies é o programa do Ministério da Educação destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições não gratuitas", ou seja, o Governo Federal pagará o seu curso, e você só vai começar a pagar depois que terminar a faculdade. Conheci pessoas que estão fazendo faculdade pelo o Fies, e todos falam muito bem sobre esse financiamento, pesquisei na internet e vi muitos comentários positivos também, mas mesmo assim eu não estava convencida em fazer. Nesses últimos meses eu tive outros compromissos, e pagar a faculdade estava ficando "pesado" para mim, então depois de muita pesquisa eu decidi me inscrever no tão "temido" Fies. É sério gente, eu tinha muito medo disso, pois eu pensava: "Será que isso é confiável?", "Será que vou ter condições para pagar depois?", "Será que isso dá certo mesmo?".  Acredito que muitas pessoas também têm essas dúvidas e por isso vim compartilhar com vocês a minha experiência com o Fies. Vou falar o que tive que fazer para fazer o financiamento, e acho que isso vai ajudar muitas pessoas que estão em dúvidas ou perdidas nesse assunto. Lembrando que essa foi a MINHA experiência, e não estou fazendo este post para convencer ninguém de fazer também, ok? Só quero compartilhar mesmo, cabe a vocês decidirem se querem ou não fazer. Antes de me inscrever no Fies eu pesquisei bastante e não vi nenhum blog falando sobre isso (pelo menos eu não encontrei) e acho que seria muito bom ter mais uma opinião sobre esse financiamento. Mas enfim, vou falar como foi cada processo para mim.

1- A inscrição:
Essa parte foi um pouco complicado para mim, devido aos números, valores e etc. Primeiro você tem que saber a renda mensal da família e qual é o valor da mensalidade por semestre do seu curso (com desconto e sem desconto), eu não sabia os valores certos do curso, pois eu pagava com bolsa, por isso eu coloquei um valor que eu achava que era próximo e lá na faculdade eles consertaram. Outra coisa que senti dificuldade na inscrição foi escolher o Fiadores. É bem complicado entender, tive que pesquisar bastante para escolher a minha opção. Então te aconselho pesquisar, perguntar para alguém que já fez, ou perguntar no banco (principalmente na CAIXA) para se informar melhor. Eu escolhi por Fundo Garantidor, pelo fato de eu fazer licenciatura, nesse caso eu não precisei de ninguém para financiar para mim, eu mesma fui lá e resolvi tudo. Para saber mais é só clicar aqui que será tudo esclarecido.

2- Entrega de documentos na faculdade:
Assim quando você termina de fazer a inscrição pela internet, você precisa imprimir a confirmação da inscrição, são três folhas com todos os seus dados. O Fies te dá um prazo para você ir na faculdade com essas folhas.
Até hoje eu fico chateada com isso, fiquei quase um mês para resolver essa parte. Primeiro eu pedi a listagem dos documentos que eu tinha que levar, depois que eu tirei toda a xerox eu levei para a faculdade, chegando lá a mulher disse que faltava documentos, então tive que retornar lá outro dia. Assim quando cheguei com os documentos que estavam faltando ela falou que ainda estava faltando documento. Eu fiquei muito irritada, pois ao invés de me falarem tudo o que eu precisava levar, ficavam me mandando toda hora voltar. Enfim, depois de dias que consegui resolver essa parte. Então a minha dica é o seguinte, pergunta detalhadamente o que tem que realmente levar, e lembrem-se que toda declaração (renda) precisa autenticar no cartório ( Saiba como autenticar documentos).

3- Recebimento do DRI  (Documento de Regularidade de Inscrição):
Assim quando você entrega as vias da sua inscrição e todos os seus documentos na faculdade, eles te entregam o DRI, lá consta os seus dados e a data que você precisa comparecer no banco escolhido.

4- Ida ao banco:
Eu tive outro azar, pois justo a data que eu tinha que comparecer no banco houve a greve dos bancários, ou seja, quando a greve dos bancos acabaram já tinha passado o vencimento. Eu fui no banco com a xerox da identidade, CPF, comprovante de residência e o DRI (fora da validade), falei que passou do prazo por causa da greve, a gerente aceitou e disse que depois de cinco dias alguém ia me ligar para eu assinar o contrato. Eu fiquei aliviada, pois achei que estava tudo certo, mas no dia 05, exatamente às 15:30 hs uma pessoa ligou do banco e falou que não podiam aceitar a minha DRI e que eu precisava pegar outra. Fui na faculdade no dia seguinte (dia 6) e chegando lá o vencimento era para o dia 6 mesmo, portanto, eu não podia ir mais no banco, pois já era noite e o vencimento já tinha passado. Fui no banco no dia 7 e o gerente falou que não podiam aceitar e pediu para eu ligar para o centro de atendimento do Fies, liguei para lá e eles pediram para eu esperar dez dias. Esperei esses dias e fiz a inscrição novamente, mas pelo menos eu não tive que preencher mais nada, só confirmar a inscrição. No mesmo dia eu entreguei a confirmação da inscrição - de novo - e a faculdade me deram uma nova DRI com outro vencimento.

5- Assinatura do contrato:
Finalmente tudo deu certo, fui antes do vencimento e não precisei levar as xerox dos meus documentos, pois eles já estavam lá. Recebi três vias do contrato com sete folhas, lá consta os dados do estudante e as datas certas para o pagamento, muito bem explicado e com o valor que tenho que pagar. Rubriquei todas as folhas e assinei três. Depois entreguei na faculdade e pronto, já estou matriculada pelo o Fies.

Essa foi a minha experiência, como eu falei anteriormente, não fiz este post para convencer ninguém a se inscrever no Fies, simplesmente fiz o post para falar como foi o processo, já que o blog está mais pessoal. Mas se você está em dúvida, continue pesquisando, pergunta para as pessoas o que acharam do Fies e etc. Sinceramente eu só me inscrevi no Fies porque só falta dois semestres para eu terminar a faculdade, então não ia ficar tão pesado para mim depois. Mas se você deseja fazer uma faculdade e não tem condições para estudar eu aconselho você tentar fazer um vestibular, Enem, tentar bolsas de estudos, guardar dinheiro ou tentar o Fies, é uma ótima alternativa para quem não tem condições para estudar Mas se você está fazendo ou quer fazer Licenciatura ao se inscrever no fies e depois que terminar a faculdade conseguir passar no Concurso Público, o governo pagará todas as suas mensalidades, ou seja, você ficará isenta de pagar o financiamento depois. Esse é o meu caso, estou estudando para passar logo no concurso e não precisar pagar. Legal né? =)

Então é isso pessoal, não deixem de comentar e dizer o que acham do Fies.
Se vocês já tem alguma experiência - boa ou ruim - compartilha conosco, vai ser um prazer saber.
Alguém quer fazer também? Estão com medo? Estão fazendo? Deixem no comentários também.





7 comentários:

victória alicia disse...

Gostei do post

http://l-ovelythings.blogspot.com.br/

Emily Swan disse...

Ei, Midiã! Que postagem bacana! É uma ótima forma de fazer as pessoas conhecerem um pouco do FIES e quebrarem esse preconceito que existe. Como você deve saber, eu estou no 3º ano do Ensino Médio e, por isso, aparecem várias pessoas responsáveis por faculdades para falar sobre a faculdade, FIES, ProUni. E você não vai acreditar no preconceito que existe nesse FIES. Todo mundo acha que é muito complicado afinal, qual é a certeza de que vou estar trabalhando quando terminar o curso? É muito complicado isso! Os responsáveis por faculdades passam o maior aperto na minha sala. Parabéns pelo post! :)

http://livro-apaixonado.blogspot.com.br/

igor disse...

Como funciona os juros do FIES?

Enielson disse...

Nao entendi "passar no concurso público"... somente isso?

Midiã Oliveira disse...

Enielson, para quem faz licenciatura têm esse previlegio, pois se passar no concurso público (para ser professor é claro) o governo vai quitar todas as suas dívidas do fies ( vai pagar o banco que você fez o financiamento). Está escrito no site do fies, dê uma olhada lá.

Anônimo disse...

Muito legal esse post sobre o FIES mais legal ainda é saber que se vc passa em um concurso publico ficará isento! meu Deus, só não estuda quem não quer mesmo!!! :) :)

Anônimo disse...

Oi Midiã! pode me explicar como funciona a questão do fiador? é obrigado a ter? e o que é esse fundo garantidor? estou tendo muita dificuldade para obter informaçoes até pelo telefone. outra coisa e para quem acabou de terminar o ensino médio e ainda não esta matriculado em nenhuma faculdade? como funciona? Li quem tem que estar matriculado, mas e se eu me matriculo e da algo errado com o fies e não tenho como pagar a faculdade ? POR FAVOR ME AJUDE

Postar um comentário

Obrigada pela visita.
Assim quando eu puder eu vou responder e retribuir o seu comentário, por isso eu te peço que não esqueça de colocar o link do seu blog aqui.
Volte sempre!
Beijinhos.