Resenha: A bandeja, qual pecado te seduz?

postado por Midiã Cardoso


Autora: Lycia Barros
Editora: DANPREWAN
Páginas: 251
Ano: 2010
ISBN: 978857760246
Onde comprar: Cultura, Fnac e Saraiva.

Sinopse: A Bandeja" conta a história de Angelina, jovem de 19 anos, que ao entrar para a universidade, inicia um apaixonado envolvimento amoroso com um de seus professores, Alderico - mais conhecido por Rico. Por conta de toda a avassaladora e descontrolada paixão que envolve esse relacionamento, Angelina começa a viver somente para Rico, colocando seus estudos, seus amigos, sua família, sua religião e até mesmo a si própria em segundo plano. Angelina é evangélica por tradição familiar e não exatamente por convicção religiosa. Porém, inesperadamente, tem um estranho sonho, cujas revelações possuem um forte e marcante significado, que ela somente conseguirá compreenderá mais tarde. Quando a grande verdade é revelada para Angelina no momento certo, ela finalmente compreende o que significa o amor de Deus em sua vida.






Quando as pessoas leem o título deste livro já devem pensar: “Livro gospel? Deve ser muito chato!”, mas se engana quem pensa dessa maneira. Recebi este livro emprestado da irmã da autora Lycia Barros (sim, a autora do livro), e confesso que também passou pela minha cabeça o pensamento: “Será que ele é bom mesmo?”. Achei que o livro seria como um auto-ajuda, ou com uma “linguagem que só os evangélicos entendem”, por isso não fui com muitas expectativas para lê-lo, no entanto me surpreendi completamente,  pois além do livro nos trazer uma mensagem linda, ele nos apresenta uma história vivenciada no nosso dia a dia, nos despertando ainda mais o interesse pela a historia..

Neste livro conhecemos a história de Angelina, uma menina que foi nascida e criada em um lar evangélico, e que desde criança seguia os princípios cristãos. Ela morava com seus pais em Petrópolis-RJ, mas quando completou dezoito anos conseguiu uma vaga em uma das melhores Universidades do estado. Como sua residência ficava longe, ela teve que se mudar para a República da Universidade. Sua colega de quarto era Michele, ambas frequentavam a mesma igreja quando eram mais novas, mas agora Michele estava diferente, bebia, fumava, e fazia outras coisas mais, ou seja, ela estava longe de ser uma jovem cristã agora. No primeiro dia de aula, Angelina se depara com o professor de biologia, Alderico era jovem, lindo, sexy, charmoso, inteligente, e isso despertou um grande interesse nela. Aos poucos eles foram se aproximando, e em pouco tempo se iniciava um relacionamento “secreto”, sendo que Rico não era cristão, era mais velho que ela, e para piorar, era o seu professor, será que esse relacionamento está certo? Completamente apaixonada por ele, Angelina se entrega completamente a essa paixão, deixando de lado a sua personalidade, família, amizades e princípios cristãos, pois ela só 'vivia' para ele. Será que esse relacionamento vai dá certo? Será que vale a pena deixar tudo e todos de lado por causa de uma paixão?

Primeiramente vocês precisam saber de uma coisa importante, eu estava em uma ressaca literária, mas "A bandeja, qual pecado te seduz" conseguiu me tirar dessa ressaca.

O livro é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Angelina. Adorei a escrita da autora, pois com uma linguagem clara, sua escrita se torna cativante, leve e flui facilmente - você nem percebe o tempo passar. O livro nos trás uma boa lição, nos ensina a diferença de paixão e amor, nos mostra a importância de valores e princípios e isso achei bem importante. No decorrer do livro nós vemos o amadurecimento da protagonista, confesso que teve momentos que fiquei irritada com algumas atitudes dela, eu dizia: "Não acredito que ela vai acreditar nisso!", entretanto, a autora nos mostrava a justificativa para tudo. Apesar do livro ser um "romance gospel", qualquer pessoa pode lê-lo, pois os acontecimentos são comuns para qualquer pessoa, você acaba se identificando, pois a história aborda assuntos como: perdão, amor, paixão, amizade, traição, vícios, fé, e assim sucessivamente. A religião é abordada no livro sim, porém não é algo massante, é tão bem colocado e apresentando que as vezes você nem sente (só se você não gosta mesmo). Gostei dos sonhos da Angelina, eles são responsáveis pela "fantasia" do livro, sendo assim a história é uma mistura de romance com emoção. Só fiquei triste em saber que o melhor personagem demorou para aparecer, - fiquei apaixonada por Dante - depois que ele apareceu eu não conseguia desgrudar do livro, ele trouxe mais 'vida', suspiros e "só love" para a história. Enfim, se você deseja um livro para refletir, uma história edificante, e que te surpreenda, "A bandeja, qual pecado te seduz" é este livro! Eu recomendo.





12 comentários:

DAYANA ARAÚJO disse...

Eu só louca para ler esse livro *_*

Giih disse...

Que linddddddddooooooooooooooooo seu blog, tão delicado, amei.
Beijos

giihflore.blogspot.com

Beatriz disse...

Que bacana essa resenha.
Já quero esse livro hehe
Beijos, sucesso.
http://pandainvertido.com/

Brenna Araújo (Saladadefrutasbr) disse...

Ai meu Deus em kkkkkkkkkkkk, Que resenha bem elaborada nega, no inicio quando você começou a falar eu também achei que era livro para evangélico mas não tenho nada contra até acho legal demais quem é, tenho uma prima e ela me fala muito sobre a religião dela e eu vou indicar pra ela esse livro porque ela vai gostar bastante, Primeiro que eu quero logo conhecer o Dante porque você falou que ele transformou sua história kkkkkkkkkk, Sabe que eu adoro ler livros que as blogueiras falam sobre sabe? Agora quero saber o que fala pra iludir ela porque tu falou ''Como ela acredita nisso?'' é algo que envolve muito agente na história e agente fica morrendo de raiva kkkkkkk, Mas enfim, se eu encontrar pra ler vou comprar ou pedir emprestado!

http://saladadefrutasbr.blogspot.com.br/

Blake disse...

Oi flor!
Gostei da resenha!
Mas esse livro ainda não conseguiu chamar a minha atenção.

BjO
http://www.the-sook.blogspot.com.br/

Midiã disse...

Ele é muito bom Day, você vai gostar *--*
Beijos.

Midiã disse...

Ownt, muito obrigada flor. É delicado como a dona haha.
Beijos.

Midiã disse...

Obrigada flor, leia sim, você vai gostar :D
Beijos.

Midiã disse...

Que bom que gostou flor! É verdade, a maioria das pessoas acham que este livro é só para evangélico, mas ele é para todos!
Fiquei apaixonada pelo Dante *--* me fez lembrar do meu amor s2 rsrs
Beijinhos

Midiã disse...

Oi linda, obrigada *-*
Eu sei como é,tem vários livros que nem me chama atenção também, e se não chamou atenção nem vai valer a pena tentar lê-lo né.
Beijinhos

Mah disse...

a minha "decepção" foi ao contrário da sua. Pelo nome eu não achei que era um livro religioso, bem pelo contrário, que era um livro superpecaminoso e tal haha
admito que não gostei muito de saber da religião na história, eu sou meio cética, mas nem tenho preconceito, apenas com quem vive pela religião sabe? acha que tudo é errado e tudo o mais. Eu já li um livro mascarada de "guia", de auto-ajuda, mas que tentava fazer a gente acreditar sabe?
até em A Última Música eu admito que me incomodei um pouco. Mas a história ainda parece legal

Adriana Ramos Gabini disse...

Fiquei curiosa só pela leitura da resenha, assim que tiver uma oportunidade vou comprá-lo!!!!

Postar um comentário

Obrigada pela visita.
Assim quando eu puder eu vou responder e retribuir o seu comentário, por isso eu te peço que não esqueça de colocar o link do seu blog aqui.
Volte sempre!
Beijinhos.