[Resenha] A Vez da Minha Vida

postado por Ingrid Santos

Autor: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384



Existem momentos em que nos perdemos o rumo, em que deixamos de ser os capitães do navio da nossa vida e nos importamos mais em ajudar outras pessoas ou simplesmente viver como estamos, sem nos preocupar com o real estado das coisas. Lucy Silchester era assim, vivia achando que estava tudo bem, sem prestar atenção no fato de estar em um trabalho que não gostava (e ainda era sustentado por mentiras) de ter um certo apego à memória do romance que viveu com o homem que achava ser perfeito(mas que acabou a abandonando) e de ter um relacionamento ruim com sua família e amigos (que cada vez ficava pior).

Ela vivia em um certo 'contentamento' com sua situação mas um certo dia, quando volta do trabalho, há um envelope de ouro no tapete. E um convite dentro dele para se encontrar com a Vida. Sua vida. Pode soar peculiar, mas Lucy leu sobre isso em uma revista. Ela faz de tudo para fugir desse encontro,mas sua vida não é o que parece. Algumas das escolhas que fez — e histórias que contou — também não são o que parecem. Desde o momento em que ela conhece o homem que se apresenta como sua vida, suas meias-verdades são reveladas totalmente — a não ser que ela aprenda a dizer a verdade sobre o que realmente importa. Lucy Silchester tem um compromisso com sua vida — e ela terá de cumpri-lo.

Cecelia Ahern é a autora de P.S Eu te Amo um dos livros que fazem parte do topo da minha lista de próximas leituras que virou best-seller, teve adaptação pro cinema e só possui comentários ótimos a seu respeito. Essa foi a minha primeira experiência com a autora, e já posso dizer que gostei bastante. 

A narrativa é muito boa, uma leitura muito gostosa, daquelas que você lê muito sem nem perceber. Gosto de Lucy e entendo seus sentimentos e a situação de sua vida, mas gosto muito mais da sua Vida em si. Ele sim, a vida dela é um homem é muito carismático, cheio de teimosia e argumentação, e nos faz perceber sempre que é ele que sabe onde tudo aquilo vai terminar e quais são as coisas que Lucy tem que fazer, e sempre a coloca em diversas situações bem divertidas e embaraçosas.

O relacionamento dos dois é muito legal e tem grande influência em todos os relacionamentos de Lucy. Apesar de seus amigos e familiares não terem real destaque, e não aparecerem muito na história, eles tem características bem reais, e acho que essas características poderiam ter sido mais exploradas nas situações do livro. 

Em boa parte do livro eu achei essa história de 'a vida dela querer ajudá-la' um pouco boba, porque se você for parar pra pensar é sim meio bobo '-' Mas mesmo assim é fácil entender o por que da autora ter feito a história assim, e a mensagem que isso quer passar é bem interessante.

Não vou mentir dizendo que é algo que te prende muito e que te faz pensar bastante na história pq não é assim.É um livro bem fácil e rápido de ler, mas que apesar de ser uma leitura apenas para divertimento não deixa de ter uma 'mensagem' que te fará pensar pelo menos um pouco e imaginar coisas do tipo 'se minha vida fosse falar comigo, o que ela diria?'. Ótima dica pra quem quer ler curtindo o tempo livre.

Classificação: 

Boa páscoa e bom semana pra todo mundo! Não deixem de comentar, eu gosto muito disso e respondo sempre que conseguir :) Beijos..





6 comentários:

Lola Mantovani disse...

Adorei a resenha, esse livro é bem aquelas leituras leves, vou pro na minha lista
beijos

leitura hot disse...

Eu sempre achei linda a capa e titulo desse livro, tenho curiosidade mas confesso que por alguns argumentos inclusive o seu de que o livro é bobo ou até mesmo fraco, fico com receio...
Mas ótima resenha!
Beijos
Amanda
leiturahot.blogspot.com

Emily Swan disse...

Sinceramente, nenhum livro desta autora me chamou muita atenção. Eu quero ler, mas se algum tivesse chamado minha atenção, eu já teria lido há muito tempo. Muito boa sua resenha :)

Um beijo,
Emily Swan
Livro Apaixonado

Karine Braschi disse...

Estou super curiosa pra ler esse livro, Ingrid. Todo mundo fala bastante dele e de O Livro do Amanhã. Ah, tô seguindo o blog.

Um beijo, Karine Braschi.
Geek de Batom.

Ingrid - disse...

Entendo você, eu tinha receio também e se não tivesse ganhado ele certamente que não iria ter lido. Eu acho bom se você está procurando por uma leitura gostosa, pra aquelas tardes em que não se quer pensar muito em nada entende? Pra um divertimento, mas não é nada muito profundo

Ingrid - disse...

O livro dessa autora que me fez conhecer o nome dela, como eu disse na resenha, é P.S. Eu te Amo, ainda tenho muito vontade de ler ele kkk
Obrigada pelo elogio *-*

Postar um comentário

Obrigada pela visita.
Assim quando eu puder eu vou responder e retribuir o seu comentário, por isso eu te peço que não esqueça de colocar o link do seu blog aqui.
Volte sempre!
Beijinhos.