Resenha: Pobre não tem sorte

postado por Midiã Cardoso

            

Autor: Leila Rego
Editora: ALL Print
Páginas: 244


"Pobre não tem sorte” é o primeiro livro da nossa querida autora nacional Leila Rego. Eu estava muito curiosa para conhecer este livro, vi muitas críticas positivas acerca dele e quando tive a oportunidade de conhece-lo, entendi o motivo de ele ter sido tão elogiado.

Mariana Louveira tem 26 anos, e ainda mora com os pais na cidade de Prudente, interior de São Paulo. Sua casa era humilde e sua família também, portanto ela não estava satisfeita com isso. Mariana gostava de mostrar para as pessoas que tinha uma boa condição financeira, porém isso não se passava de uma farsa. Mariana era uma verdadeira patricinha mimada, e vivia comprando roupas, sapatos e bolsas de marca, embora ela nem tenha dinheiro para bancar tudo isso. E fez até um curso de etiqueta para aprender a se comportar como uma verdadeira rica de luxo, algo que ela não era.

 Mas, não sou rica. Não sou mesmo. E esse é o meu carma. Sabe de quem é a culpa? Do Sr. Destino. É verdade. O infeliz estava totalmente distraído quando chegou a minha vez de nascer. Ao invés dele me mandar para uma família rica de Paris, que era o meu lugar pré-estabelecido por algum anjo bondoso, o cabeça de vento me mandou para o subúrbio de Presidente Prudente.
                                                                                                         Pág. 16

Ela não estava satisfeita com sua vida de pobre, odiava seu trabalho no hotel de baixa categoria, tinha vergonha da sua casa e da sua família. Seu desejo era se tornar uma das mulheres mais ricas da cidade, e participar do grupo dos socialites de Prudente. Mas ela era pobre, então como ela conseguiria isso? Mariana conheceu Edu, e namorava com ele a mais de 6 anos, ele era lindo, inteligente, médico e o mais importante... Rico! Surgiu a oportunidade que Mariana precisava, pois era só casar com Eduardo que tudo estaria resolvido, ela se tornaria uma das mulheres mais rica da cidade e todos os seus desejos de entrar para elite estaria resolvido, será? Ele a pediu em casamento, e seu sonho de se tornar rica estava bem próximo. Mariana teve que organizar tudo sozinha, preparativos para o casamento, procurar uma casa para eles, decorar, pensar em como seria a cerimônia, porém todo seu esforço valeria a pena, ela se tonaria uma mulher poderosa, terá o casamento mais perfeito de Prudente, e será a noiva mais linda, será tudo um sonho, e nada poderá estragar seus planos, nada mesmo?

Comigo não acontece isso. Eu sou uma mulher determinada , que sabe muito bem o que quer. E, neste momento, o que eu quero é chegar ao altar de uma vez por todas. E não vai ser um noivo indeciso que vai atrapalhar os meus planos.                                                                                                                                                                   
                                                                                                                     Pág. 12

O livro é um chik lit bem divertido, por muitas vezes dei altas risadas com ele. O livro é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Mariana, uma personagem fútil e mimada, que tomava atitudes erradas, porém com o decorrer da leitura eu fui me simpatizando com ela, e confesso que gostei das dicas que foi colocado na história. Achei a protagonista muito engraçada, Leila Rego fez com que os leitores viajassem em um mundo divertido através da sua escrita leve e descontraída. Gostei também dos personagens secundários, os pais da Mariana são uns amores! Fiquei com vontade de conhecer uma pessoa como a Clara - a verdadeira amiga da Mariana - e ri bastante com a Cida - a faxineira - ela é hilária, ri bastante com ela! O Eduardo era um homem que a Mariana não merecia, ele era um daqueles homens quase perfeitos, sabe? Marisa é uma adolescente como qualquer uma, ficava mais no seu "mundinho" do que outra coisa, ou seja, totalmente diferente que sua irmã Mariana.  Além do livro ter sido divertido, ele foi uma lição de vida, a autora fez com que os leitores refletissem com a história da Mariana, o livro nos ensina a valorizar o que temos, e a não ter vergonha do que somos e o que temos,  nos mostra que viver de aparências só para não ser criticado é a pior coisa que existe. A história nos mostrou algumas realidades, como a amizade por interesses, algo que as vezes vemos no nosso dia a dia.  Eu adorei "Pobre não tem sorte", e levarei essa lição comigo. Gostei que a autora mostrou uma Mariana arrogante, mimada, e fútil no início, porém nos mostrou as consequências disso tudo. “Pobre não tem sorte” é uma leitura divertida, leve, rápida e emocionante, e eu super recomendo! Estou ansiosa para acompanhar a continuação dessa história no livro "Pobre não tem sorte 2", e acredito que nesse segundo livro, Mariana será uma outra pessoa, devido as suas experiencias negativas no primeiro livro.



Classificação:




12 comentários:

Andrea Galvão disse...

Me fez lembrar dos "Delírios de Consumo de Becky Bloom" hahaha

Guilherme disse...

Gostei bastante da resenha me deixou bem mais curioso, já li as primeiras páginas desse livro e espero acaba-lo logo logo hehe

Beijos.
Guilherme.
http://umcompulsivoleitor.blogspot.com.br

Midiã disse...

"Delírios de consumo de Becky Bloom" deve ser muito bom também. rs

Midiã disse...

Obrigada, que bom que você gostou da resenha! Depois quero ver sua resenha hein. rs. Beijos!

Raíssa Lins disse...

Minha primeira e única tentativa de ler um chick-lit nacional foi com As Confissões de Laura Lucy e confesso que me desanimei, mas você falou tão bem de Pobre Não tem Sorte que me animei em dar uma segunda chance aos chick-lits nacionais.

Yara Andrade disse...

Adorei a resenha! Estou bem curiosa em relação a este livro.
Beijos.

http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

Na Estante disse...

Eu te botei num post lá : http://naestant.blogspot.com.br/2012/11/novidades_9141.html#comment-form

Marcos de Sousa disse...

Já li bastante sobre esse livro e sempre críticas positvas. Sempre vejo falando de como ele é engraçado e leve.

Gostei bastante da resenha.

Beijos

O mundo sob o meu olhar

Livroterapia disse...

Oi!
Adorei conhecer seu blog!
Estou te seguindo!
Adorei a indicação!
Só o título já é bom!
Beijos

Marcelle Dantas disse...

Adorei a resenha! Ficou muito boa! E, claro, estou morrendo de vontade de ler esse livro, que todo mundo fala super bem!!! A história parece ser ótima mesmo, daquelas que arrancam vááárias gargalhadas, adoro! rs

Beijos,

Marcelle
bestherapy.blogspot.com

Na Estante disse...

Olá querida! Espero que esteja conseguindo bastante seguidores... Boa sorte e beijos :*
Luiza Anillo
naestant.blogspot.com.br

Soraya Carvalho disse...

Adorei a resenha..
Conheço muitas meninas IGUAIZINHAS Mariana...
Com um desejo horrível de subir na vida, fingindo ser o que não é... Gastando dinheiro que não tem...
Foi a primeira vez que li sobre esse livro, nem mesmo conhecia a autora.
Adorei a dica!
=*

Postar um comentário

Obrigada pela visita.
Assim quando eu puder eu vou responder e retribuir o seu comentário, por isso eu te peço que não esqueça de colocar o link do seu blog aqui.
Volte sempre!
Beijinhos.