[Entrevista] Autor Marcos de Sousa

postado por Midiã Cardoso

Oi pessoal, hoje trago uma grande novidade. É com uma imensa alegria que eu trouxe para vocês uma entrevista com um autor que eu admiro e gosto muito. Marcos de Sousa foi o primeiro autor parceiro do blog, contudo ele esta sendo o primeiro entrevistado do "Livros, filmes e tal". Nesta entrevista podemos conhecer um pouco mais sobre ele e sobre seu primeiro livro "Coração de vidro", lançado recentemente pela Editora Biblioteca 24 horas. Vamos conferir?







Primeiramente eu gostaria de agradecer por você ter aceitado a participar da entrevista, para mim é uma honra conhecer um pouco mais sobre você  e seu trabalho, e poder compartilhar com outros leitores.

Eu quem agradeço a oportunidade de ser entrevistado por você. É uma honra estar aqui, contando um pouco sobre mim e sobre meu trabalho. Uma honra maior ainda por, particularmente, ser fã do seu blog.

1- Onde se inspira para escrever?

Minha única inspiração fixa é a minha namorada. Todos os meus textos românticos são escritos por ela, para ela e pensando nela.
No demais, é coisa de momento. Algumas vezes você vê uma criança, um objeto, uma paisagem, um relógio, surge uma ideia e pronto, basta escrever. Acho que inspiração como “revelação divina”, como muitos acreditam, não existe. Existe vontade de escrever. Um texto é feito de 90% de transpiração e apenas 10% de inspiração.


2- Você começou a escrever com que idade? E quando surgiu a paixão pela poesia?

Olha, faz tempo que escrevo. Fiz as contas de forma rápida, aqui, e acredito que tenha começado a escrever por volta dos 14 anos. No começo, eram apenas palavras jogadas no papel, ideias. Escrever de verdade, como arte, com objetivo de ser escritor, tem por volta de três anos.
A paixão pela poesia surgiu há cinco anos. E engana-se quem pensa que surgiu ao estudar literatura. Na verdade, começou ao estudar filosofia. Os primeiros versos que me encantaram foram os de Homero. Só depois veio a paixão por Vinícius, Quintana, Drummond...


3- Você busca inspiração em obras de outros autores? Quais?

Não direi que busco inspiração, mas me baseio, leio, medido em alguns autores. Tento transformar algumas características deles que gosto em algo meu, com a minha cara.
A lista é quase infinita. Começa Quintana, Vinícius, Drummond, Cecília, passa por Lord Byron e vai até aos poetas russos.


4- Quando surgiu a ideia de publicar um livro? Alguém te incentivou?

A ideia de publicar um livro ocorreu-me há três anos, mas faltava um empurrão. Este empurrão aconteceu quando a minha professora de literatura, na época, leu alguns textos de minha autoria e gostou. Foi aí que comecei a acreditar que, talvez, desse certo a questão do livro, mas a minha escrita ainda era muito tímida. Com o tempo, melhorei a minha timidez poética e também a minha timidez em mostrar os textos. O resto aconteceu como consequência.


5- Se tornar um escritor sempre foi um sonho? Conte-nos como despertou essa vontade.

Nem sempre foi um sonho. Eu joguei vôlei por um bom tempo na minha vida e desejava ser jogado profissional. Quis o destino que, no ensino médio, eu estudasse em período integral, o que me fez desistir do vôlei e me entregar aos livros, à vontade de escrever. Foi aí que surgiu o anseio de ser escritor.


6- “Coração de Vidro" esta previsto para ser lançado oficialmente em dezembro, como esta sendo sua expectativa para seu primeiro dia de autógrafos e contato com os leitores?

O lançamento, com noite de autógrafos, será somente em dezembro mesmo, mas, felizmente, já tenho um contato com alguns leitores. Alguns contatos são virtuais, outros pessoalmente. Confesso que a recepção está bem melhor do que eu imaginava. É gratificante demais quando alguém chega até você e diz que se sentiu tocado pelo que você escreveu. Ouvir o leitor dizer “Parece que foi escrito pra mim. Me vejo em todas as palavras” é quase como sonhar acordado. Contudo, acho, que na noite de autógrafos, tudo isso será ainda mais acentuado. Será uma quantidade de pessoas concentradas em um único lugar. Não sei se meu pobre coração aguentará de tanta felicidade.


7- Sabemos que iniciar uma carreira como autor não é fácil. Qual foi a maior dificuldade que você enfrentou para publicar seu primeiro livro?

Conseguir quem te publique. Na maior parte das vezes, você manda o original e simplesmente não te respondem. Ou, quando respondem, perguntam quais livros você já lançou. Outras editoras cobram valores irreais de autores que estão começando por quererem garantir um “não prejuízo”.
Felizmente, depois de tanto tentar, achei uma editora que me abraçou. Quanto a isso, sou totalmente grato a Biblioteca 24 horas. Eles deram um suporte e apoio que todo autor iniciante deseja.


8-  Qual é o papel da sua família acerca de sua carreira como autor?

Um papel primordial, essencial. Eles são a base. Ajudam-me tanto dando apoio psicológico como financeiro. Sem eles, certamente o livro não teria saído.


9- O livro “Coração de Vidro” já está sendo vendido, porém onde podemos comprá-lo?

O livro pode ser adquirido comigo (através do meu blog ou através do site da uol), ou, para quem preferir, pode adquirir diretamente no site da editora. Em breve, o livro estará a venda em lojas físicas e no Amazon.

Links para compra:

 http://www.omundosobomeuolhar.com.br/p/livros.html


10-  Pretende publicar outros livros? Já começou esse projeto?

Sim, pretendo publicar. Há várias ideias em mente, vários projetos, contudo, estou trabalhando apenas em um, por enquanto. Ele ainda está engatinhando. Mas, quando tiver informações concretas, passo para vocês. Só adianto que é algo totalmente diferente do livro atual.


11-   Gostaria que você deixasse uma mensagem para as pessoas que vão ler o seu livro.

Para quem for ler o livro, gostaria que o lesse como se ele fosse sussurros, gritos mudos de milhares de pessoas que carreguem corações de vidro pelo mundo afora. Quiçá, eu consiga tocar peitos e transformá-los de cambaleantes corações de vidros em corações de diamante.






E então pessoal, gostaram da entrevista? Como vocês já sabem, o livro "Coração de Vidro" já esta sendo disponibilizado para compra, comprando diretamente com o autor ficará mais barato e não será necessário pagar o frete! Aproveitem essa oportunidade! Beijos.






7 comentários:

Marcos de Sousa disse...

Amei a entrevista e amei mais ainda por ter sido aqui, um blog que tanto gosto. Midiã, obrigado por todo apoio e carinho.

Quem sabe, em breve, não volto para uma segunda entrevista, quando lançar um outro livro. rsrs

Beijos

O mundo sob o meu olhar

Yara Andrade disse...

Ah, adorei a entrevista! Eu não o conhecia e nem ao livro, mas o livro parece ser super legal e o autor super simpático!
Beijos.

http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

Midiã disse...

Fico feliz por você ter gostado da entrevista, eu adorei as respostas! *--*
É uma honra saber que você gosta do meu blog, muito obrigada Marcos!
E com certeza você será entrevistado mais vezes. Você sabe que pode contar comigo. Sucesso com seu trabalho!

Beijos!

Midiã disse...

Obrigada! Marcos é um autor bastante simpático e atencioso com os leitores e embora eu ainda não tenha lido o seu livro, sei que que é muito bom, pois a escrita de Marcos é ótima.
Beijos.

Fernanda Faria disse...

Nossa Adorei a entrevista.
Ele parece ser tão simpático e atencioso.
Vou adicionar o livro como meus desejados.
Parabéns pela entrevista Midiã. Seu blog é ótimo.
beijos

Midiã disse...

Obrigada minha linda!
Ele é muito simpático e atencioso sim, é um ótimo autor também.
Muito obrigada mesmo! *--*
Beijos!

Alana Homrich disse...

Que fofo, dizendo sobre a namorada, hehe.
Adorei a entrevista, eu não o conhecia, e nem o seu livro, mas pesquisei mais depois desta entrevista e gostei muito dele!
Realmente conseguir quem te publique é complicado, e só atualmente que descobri que as editoras cobram valores altíssimos pra isso, que coisa ruim né?
Beijos,
alanahomrich.blogspot.com.br

Postar um comentário

Obrigada pela visita.
Assim quando eu puder eu vou responder e retribuir o seu comentário, por isso eu te peço que não esqueça de colocar o link do seu blog aqui.
Volte sempre!
Beijinhos.